P Polícia

Previous Next

Após Aumento de Casos de Covid-19, Forças de Segurança realizam 'Operação Disperção'

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

(Fotos por Alex Felipe - RedeTv)

 

Contando com os policiais da 16a Cia Independente de Polícia Militar, a guarnição da Polícia Penal, a Fiscalização Municipal, o Corpo de Bombeiros, os Agentes de Trânsito Municipais e, também, o Conselho Tutelar, a ‘Operação Dispersão’ teve mais uma de suas fases na noite de sexta-feira, 28 de maio.

Deslocando-se pelos bairros, as equipes realizaram uma verificação em possíveis aglomerações em comércios de venda de bebidas alcoólicas (bares, lanchonetes, restaurantes) locais públicos (praças) e privados com aglomerações (festas particulares), afim de realizar esse serviço de conscientização emitindo alertas para comerciantes quanto as medidas sanitárias a serem mantidas e o distanciamento social. 

A princípio a operação tem como fundamento a orientação ao distanciamento social e execução das medidas de biossegurança, para que, em consequência, ocorra a diminuição na taxa de contaminação de Covid-19 no município de Campo Novo do Parecis que, atualmente encontra-se em níveis alarmantes.
WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_6.jpeg(A Operação aconteceu em todo o municíopio. - Foto: Alex Felipe - RedeTv )

 

Além da dispersão de aglomerações consideradas excessivas, a ação procedeu abordagens para checagem de documentação. “Não estamos em cumprimento do decreto municipal ainda, porém vamos estar fazendo a dispersão do local, além de todas as fiscalizações possíveis. Tanto na abordagem das pessoas, para checagem de indivíduos em débito com a lei: foragidos da justiça, com entorpecente, porte de arma de fogo, etc, quanto na abordagem de veículos para tirar de circulação possíveis frutos de roubo ou furto.”, comentou o Subtenente R. Silva.


A ação que se prolongará no decorrer da semana, busca o apoio e a conscientização da população camponovense para que o contagio da doença no município não tome proporções irreversíveis. Todavia, caso as orientações não surtam efeito, as determinações mais enérgicas podem levar a multa ás pessoas e multa, se for o caso, para o estabelecimento comercial, em valores consideravelmente expressivos já que a multa de R$ 500 para o cidadão e de R$ 10 mil para a empresa, em caso de reincidência, vão para R$ 1.500 e R$ 30 mil, respectivamente.

Ainda que a maioria dos comércios atenda a todas as necessidades que os decretos em questão determinam, infelizmente alguns estabelecimentos vão na contramão, recentemente provocando aglomerações. “Nós estamos ‘chegando junto’ com a fiscalização. Entendemos que o contribuinte em si as vezes não aceita a fiscalização, mas é necessário, porque é dessa forma que vamos conseguir controlar as aglomerações.”, declarou Sadí Pedroso, profissional da Fiscalização Municipal.

“A orientação é para que mantenha-se o distanciamento social, estamos vendo como os casos de Covid-19 estão aumentando no nosso município. Então vamos nos cuidar, cuidar dos nossos próximos, parentes e pessoas que amamos para que não sejamos uma vítima dessa doença.”, concluiu o subtenente R. Silva.


 “Esse trabalho é de conscientização das pessoas nos estabelecimentos comerciais, principalmente na questão de aglomerações. Não é segredo para ninguém que a Covid-19 está se alastrando cada vez mais no município, no Estado e no mundo. Então, temos que fazer a nossa parte, todos temos que tentar evitar a transmissão da doença.”, reforçou Sadí

WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_5.jpeg

(A imprensa esteve presente acompanhando a ação. - Foto: Alex Felipe - RedeTv)

WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_8.jpeg

(O ponto de encontro foi a Praça da Cultura, no centro de Campo Novo do Parecis.- Foto: Alex Felipe - RedeTv)

WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_2.jpeg

(Membros de vários segmentos do municpio estiveram presentes. - Foto: Alex Felipe - RedeTv)

WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_1.jpeg

(Aglomerações foram dispersas e houveram orientações aos cidadãos. - Foto: Alex Felipe - RedeTv)

WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_7.jpeg

(Reincidentes podem pagar multa de até R$ 30 mil. - Foto: Alex Felipe - RedeTv)

WhatsApp_Image_2021-06-01_at_07.56.49_3.jpeg

(Uma oração foi realizada antes do inicio da operação. - Foto: Alex Felipe - RedeTv)