G Geral

Previous Next

Campo Novo do Parecis promove dia D de vacinação Contra Influenza

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Dia D de Vacinação Contra Influenza Inicia sábado, 19 de Junho.

 

O Dia D de vacinação contra o vírus Influenza (popularmente conhecido como Gripe), acontecerá em todo o município de Campo Novo do Parecis, no próximo sábado, 19 de junho. A imunização seguirá durante todo o dia, entre 8 e 16 horas, em todas as unidades PSFs.

A imunização focará, primeiramente naqueles que tem prioridade para receber a vacina, ou seja, crianças (6 meses a menores de 6 anos), gestantes puérperas, povos indígenas,  trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos e mais, professores; pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário/ passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

A campanha englobará esses indivíduos por terem menor capacidade de resistirem a doença e/ou por fazerem parte de serviços essenciais, os indivíduos privados de liberdade entram nesse grupo porque as condições do local onde vivem facilita a transmissão da doença.

A vacina será distribuída gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde) nas unidades básicas de saúde de cada bairro. Sendo, ainda, a forma mais eficaz de prevenção contra a gripe, uma vez que além de proteger contra a gripe, protege de eventuais complicações decorrentes dela bem como uma possível internação por pneumonia e outras doenças respiratórias agudas.

Por ser vista como uma doença simples, muitas pessoas deixam de tomar a vacina contra influenza, mas essa infecção viral aguda, provocada pelo vírus influenza, pode vir a afetar o sistema respiratório, tem, por si só, tem risco de transmissão iminente e é, sim, perigosa, principalmente para pessoas debilitadas. Devido a suas complicações, a gripe pode levar a internação e, por vezes, a morte.

Ao tomar a vacina, geralmente, não se apresentam reações alérgicas, mas algumas pessoas relatam sentir sintomas alérgicos como dor e vermelhidão no local, por vezes febre moderada, dor de cabeça e muscular, mas os profissionais de saúde alertam que essas reações desaparecem em menos de 48 horas.

Para aqueles que ainda tem dúvidas, a vacina não ocasiona a gripe. O que ocorre, por vezes, é de a pessoa já estar contaminado com o vírus e se vacinar, não dando o tempo necessário para a ação da vacina.

Um ponto importante, que vale ser destacado é que uma recente pesquisa Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e dos profissionais da saúde da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações) argumenta que a vacina contra a gripe é benéfica para a Covid-19. Isso se dá, principalmente pelo fato de ambas as doenças apresentarem sintomas similares. Quando a pessoa está vacinada contra a Influenza, o diagnóstico da Covid-19 é mais ágil. Na Europa, pesquisas preliminares indicam que a vacina da gripe pode reduzir os riscos de infecção para o Corona vírus, ainda assim, isso não significa que a vacina contra influenza previna a Covid-19. Mas, esses estudos vêm indicando a possibilidade de as vacinas contra a Influenza contribuírem com uma proteção.

No entanto, deve-se notar que pessoas que já tiveram reações alérgicas graves, como hipotensão, à doses anteriores da vacina ou a proteínas do ovo, não devem ser vacinadas.  

Para quem vai se vacinar a recomendação é o uso de máscara e evitar aglomerações. Levar o cartão SUS, CPF e identidade quando comparecer a unidade é de suma importância.

199046980_1877858672375675_2969469709934988570_n.jpg