C CNP

Diversificação agrícola destaca Campo Novo do Parecis no cenário do agro de MT

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Parecis SuperAgro 2022


A diversificação agrícola já é marca registrada de Campo Novo do Parecis, município da região Noroeste mato-grossense. Soja, milho, algodão, cana-de-açúcar, milho pipoca, girassol e feijão comprovam que nas terras do Chapadão do Parecis o que se planta, cresce.

 

O município tem uma área total de 944,8 mil hectares e preserva 60% das terras, mesma média de área preservada no estado de Mato Grosso, mostrando a preocupação com a sustentabilidade ambiental e o respeito às leis brasileiras.

 

De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), são mais de 380 mil hectares cultivados com soja, o que representa 3,47% da área total do estado, de 10,92 milhões de hectares.

 

O milho de segunda safra (plantado na mesma área, após a safra de soja) ocupa mais de 250 mil hectares, ou 3,98% do total cultivado em Mato Grosso, que é de 6,28 milhões de hectares. O algodão também é destaque, com 120 mil hectares (10,61% da área total estadual de 1,13 mil hectares).

 

A grande oferta de grãos é um incentivo também para as atividades pecuárias, pois significa alta disponibilidade de matéria-prima para ração animal. De acordo com o último Censo Agropecuário do IBGE, Campo Novo do Parecis soma 103.155 bovinos, 2.731 ovinos e 1.207 suínos.

 

Mas como a palavra-chave em Campo Novo do Parecis é diversificação de culturas, há o cultivo de milho pipoca, que destaca o município a nível nacional como o maior produtor do grão. Nesta safra, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), devem ser cultivados 29.650 hectares.

 

Diversificação agrícola destaca Campo Novo do Parecis no cenário do agro de MT
Diversificação agrícola destaca Campo Novo do Parecis no cenário do agro de MT

 

Outras culturas que merecem registro são o girassol, com 19,7 mil hectares, e a cana-de-açúcar, com 32 mil hectares.

 

A produção agrícola faz com que a população de Campo Novo do Parecis seja intimamente ligada ao campo, pois gera emprego e renda para cerca de 45 mil moradores do jovem município (são apenas 33 anos de fundação). O município tem hoje status de polo regional, pois muitos moradores de cidades vizinhas procuram por Campo Novo para realizar negócios, estudar ou utilizar a rede de comércio e serviços.

 

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) municipal é de 0,734 – alto em um ranking que vai até 1. Esse índice é utilizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e é a unidade adotada para aferir o grau de desenvolvimento nos quesitos educação, saúde e renda.

 

Parecis SuperAgro 

Principal feira de tecnologia e negócios do agro mato-grossense, a Parecis SuperAgro abrirá os portões em 29 de março em Campo Novo do Parecis. Com programação focada em inovação e sucessão na gestão rural, o evento mantém a projeção de reunir uma média diária de 5 mil pessoas no parque de exposições Odenir Ortolan.

 

“Atualizamos nossa programação, adequando as atrações para o contexto político e econômico que temos hoje e estamos prontos para receber os visitantes de forma segura”, observa o presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Bruno Giacomet. O sindicato é quem promove a feira agrícola, que mantém o formato de palestras técnicas, vitrine de produtos e serviços e leilões de gado.