The Best bookmaker bet365

Menu

Deprecated: Non-static method JApplicationSite::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/parecis/public_html/portal/templates/parecis_net/lib/framework/helper.layout.php on line 111

Deprecated: Non-static method JApplicationCms::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/parecis/public_html/portal/libraries/cms/application/site.php on line 272

Deprecated: Non-static method JApplicationSite::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/parecis/public_html/portal/templates/parecis_net/lib/framework/helper.layout.php on line 111

Deprecated: Non-static method JApplicationCms::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/parecis/public_html/portal/libraries/cms/application/site.php on line 272

Servidores de Tangará da Serra fazem greve por reposição salarial de 6,28%

Servidores estão em greve (Foto: SSERP/ Assessoria) Servidores estão em greve (Foto: SSERP/ Assessoria)
Servidores de Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, entraram em greve nesta segunda-feira (30) para cobrar a reposição salarial de 6,28%, esperada desde maio pelas categorias. A proposta apresentada pelo prefeito Fábio Junqueira (PMDB) é o pagamento de um abono salarial no lugar da Revisão Geral Anual (RGA) e a concessão da reposição condicionada à aprovação de um projeto que reduziria o período da licença-maternidade, entre outros benefícios.
 
Essa proposta foi aceita na semana passada pelos professores do município, que tinham paralisado as atividades. Mas os outros servidores das áreas da saúde, infraestrutura e saneamento, recusaram a proposta.
 
De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tangará da Serra (SSERP), foram mantidos 30% dos serviços.
 
Os servidores alegam que a administração municipal descumpriu a Constituição e a Lei Orgânica do município e que é possível conceder a reposição sem infringir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
 
O sindicato diz que o percentual utilizado pela prefeitura para as despesas com pessoal é de 50,88%, sendo que o limite máximo é 54%.
 
Ainda segundo a entidade, o prefeito se dispôs a conceder a RGA, mas desde que os servidores aceitassem perder alguns direitos, como o período da licença maternidade, que seria reduzido, a redução do percentual de hora extra e da insalubridade, entre outros.
 
G1 MT
back to top

Usando sua conta do Facebook para comentar você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas pelo Portal de Notícias Parecis.Net.

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk