The Best bookmaker bet365

Menu

Projeto Horta Escolar auxilia no processo de ensino-aprendizagem

Adequar a maneira como as crianças e adolescentes absorvem os ensinamentos e garantir que seja de maneira satisfatória é um dos desafios que os educadores estão encontrando. Para isso, são pensadas em estratégias que auxiliem nesse processo de ensino-aprendizagem e aliar teoria e prática garante efetividade.
 
Foi pensando em promover educação ambiental, explorando a relação de alunos com a natureza e os impactos das ações humanas no meio ambiente, que o professor Gessimar Nunes Camelo, do Instituto Federal de Mato Grosso – IFMT campus Campo Novo do Parecis, em parceria com a Escola Estadual União da Chapada, vem desenvolvendo, desde março de 2017, o projeto “Horta Escolar: laboratório para prática multidisciplinar e da educação ambiental”.
 
Dessa forma, tem conseguido fazer com que os, cerca de, 170 alunos, de 4 a 17 anos, e 20 servidores, da Escola Chapada, criem hábitos mais saudáveis e ecologicamente corretos.
 
O projeto serve para promover um estudo multidisciplinar. Os Alunos e servidores da escola, juntamente com alunos bolsistas e servidores do IFMT, discutem temas relacionados à horta que, aliados ao trato com a terra e plantas, proporcionam aprendizagem e comprometimento. “O projeto é muito interessante, além de aprender, ainda tenho conhecimento para ensinar meus pais”, disse a aluna do 3º ano da Escola Estadual União da Chapada, Marciele Ramos, de 17 anos.
 
O principal objetivo do projeto foi construir uma horta didática nas dependências da Escola, em parceria com os professores e estudantes. Para isso conta com participação de estudantes do curso de Bacharelado em Agronomia do IFMT campus Campo Novo do Parecis. “Assim foi possível formar um laboratório educativo para a sustentabilidade ambiental, ofertar formação teórica aos docentes e articular teoria e prática em atividades com os discentes”, justificou o professor Gessimar.
 
Assim, a equipe executora do projeto repassa o máximo de responsabilidades às crianças e adolescentes, inserindo-os nas discussões sobre o rumo do projeto e cuidados com as hortaliças.
 
Dentre os benefícios alcançados com a Horta Escolar, se destaca o consumo de alimentos produzidos nas dependências da escola, troca de conhecimentos, a influência nas escolhas alimentares das crianças e adolescentes da Escola Chapada, além de apresentar na prática as consequências que ações do homem têm em relação ao meio ambiente. “Levamos nossos alunos a obterem hábitos mais saudáveis. Além disso, o contato com a natureza estimula, e muito, a preservação. Depois que a horta da nossa escola começou a produzir percebemos que o consumo de verduras aumentou consideravelmente”, confessou satisfeita a Diretora da Escola Estadual União da Chapada, Elenir Semin.
 
A Coordenadora Pedagógica da Escola Estadual União da Chapada, Sandra Pereira de Andrade, complementou que as crianças e adolescentes tem feito o papel de multiplicadores, porque levam o que aprendem na escola para casa e, deste modo, a influência da horta não se restringe à escola.
 
O aluno do IFMT, Evanderson de Oliveira complementa que se sente gratificado por poder passar um pouco de seu conhecimento aos estudantes da escola Chapada e acredita também que, futuramente eles poderão fazer uma horta em casa.
 
A executora do projeto é composta pelos professores Gessimar Camelo e Eilson Oliveira e pelos alunos Lucas Brugnera, Ivan Biezus, Evanderson de Oliveira, Felipe Checchio, Dionei Ribeiro e Carlos Felipe que nesta primeira fase estão realizando a atividade voluntariamente. Segundo o Professor Gessimar, além da atividade execução da horta nas dependências da escola, concomitantemente está sendo realizado um curso de capacitação em Técnicas básicas em olericultura, para os professores da Escola. Ressalta também, que o projeto foi contemplado no Edital de extensão do IFMT Nº46/2017, o que garante a sua permanência por mais seis meses. Porém, a intensão da equipe, incluindo a direção da Escola União da Chapada é ampliar as atividades e fortalecer ainda mais a parceria entre o IFMT e a escola. “Esse projeto abre a possibilidade de repassarmos os conhecimentos adquiridos na graduação. Além de aprimor nossos conhecimentos, estamos qualificando os alunos para a manutenção na horta posteriormente”, disse o aluno Ivan Biezus.
 
Os resultados do projeto Horta na Escola já são visíveis, visto que os alunos da Escola Chapada estão mais conscientes e os alunos do IFMT mais preparados. “O projeto tem importância tanto para nós graduandos, que podemos passar algum conhecimento e aprender junto, tanto para os alunos, que têm uma oportunidade de ver na prática e na teoria como se implanta e conduz uma horta. Além da questão social de melhoria de renda e de alimentação de todos que estão ligados ao meio.”, encerrou o estudante do 9º semestre do curso de Bacharelado em Agronomia do IFMT campus Campo Novo do Parecis, Lucas Brugnera.
 
Carla Londero – Ascom IFMT Campus Campo Novo do Parecis

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
back to top

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk