The Best bookmaker bet365

Menu

Governador de MT sabia do esquema de grampos desde o início, diz delegado

O delegado da Polícia Civil Flávio Stringueta, um dos responsáveis pelas investigações sobre os grampos, afirmou que as investigações mostram que o governador Pedro Taques (PSDB) conhecia o esquema de interceptações clandestinas, que vigorou no governo do estado entre 2014 e 2015. Por meio de assessoria, o governador informou que não irá se manifestar sobre o assunto.
 
"O então candidato ao governo José Pedro Taques tinha conhecimento, avalizou esses grampos, e depois, enquanto o governador, continuou mantendo isso, de alguma forma, através do seu secretário da Casa Civil, o senhor Paulo Taques", declarou o delegado.
 
Stringueta e a delegada Ana Cristina Feldner fazem parte da equipe que tinha sido montada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) para investigar os grampos.
 
Primo do governador Pedro Taques, Paulo Taques, que está preso desde o dia 27 de setembro, é ex-secretário da Casa Civil de Mato Grosso. Ele assumiu o cargo no primeiro escalão do governo e o deixou em maio deste ano, quando o Fantástico denunciou o esquema.
 
Paulo Taques é tido como um dos supostos líderes do esquema, como o desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), declarou na decisão que mandou prendê-lo.
Nesta semana, o processo foi remetido ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) por determinação da Corte e as investigações devem seguir em sigilo.
 
À época em que teve início o esquema de grampos, em 2014, Pedro Taques era candidato ao governo do estado.
 
Em vídeos obtidos com exclusividade pela TV Centro América, o cabo da Polícia Militar, Gerson Corrêa Júnior, confessa, em depoimento ter operado um sistema ilegal de escutas, que começou em setembro de 2014. Foram monitorados os telefones de adversários políticos, jornalistas, servidores, advogados, do Ministério Público Estadual (MPE) e da Justiça.
 
O cabo Gerson disse ter recebido R$ 50 mil em dinheiro vivo de Paulo Taques, à época coordenador jurídico da campanha de Pedro Taques, para custear as despesas com os grampos. No depoimento, ele conta que a negociação foi intermediada pelos coronéis da Polícia Militar, Evandro Lesco e Zaqueu Barbosa, ex-comandante da PM do estado, que estão presos.
 
"Particularmente, tomei conhecimento de que teria essa plataforma, que seria utilizada para conotação política", disse.
 
Segundo Gerson, Zaqueu era quem passava os nomes para serem grampeados e ainda usava esses dados em operações policiais direcionadas.
 
"Evidentemente, ele nos orientou, me orientou para realizar o acompanhamento dessas pessoas nesse período que antecedia ao pleito eleitoral de 2014", pontuou.
 
A denúncia dos grampos foi encaminhada à Procuradoria Geral da República pelo promotor de Justiça Mauro Zaque, que foi secretário de Segurança no governo de Pedro Taques. Mauro Zaque disse ter deixado o cargo porque fez a denúncia ao governador e nenhuma medida foi tomada contra o grupo que operava os grampos.
 
No mês passado, Paulo Taques e mais sete foram presos suspeitos de tentarem forjar uma denúncia contra o desembargador Orlando Perri, que era o relator do caso. O plano, classificado pelo magistrado como "infernal", foi descoberto após depoimento do tenente-coronel da PM José Henrique Costa Soares, que atua como escrivão no Inquérito Policial Militar (IPM) sobre as escutas clandestinas.
 
Ele denunciou que o grupo o cooptou, sob chantagem e amaeaça, para gravar conversas com o desembargador com uma microcâmera, que foi colocada na farda dele.
 
G1 MT

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Decreto reduz salários de prefeito, vice, secretários e comissionados em Jaciara

O prefeito de Jaciara, a 142 km de Cuiabá, Abduljabar Galvin Mohammad (PSDB), baixou um decreto para reduzir os salários dele, da vice-prefeita, dos secretários e dos servidores comissionados para equilibrar as finanças da administração municipal.
 
Os salários do prefeito, do vice e secretários tiveram redução de 20% e dos servidores comissionados, entre 10% e 15%. O decreto, assinado no dia 6 deste mês, tem validade até 31 de dezembro.
 
O prefeito afirmou que está tendo muitas dificuldades para honrar com os compromissos. "Estamos chegando ao último trimestre do ano e as prefeituras com muitas dificuldades para fechar as contas e respeitar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal”, declarou.
 
O município arrecada aproximadamente R$ 5 milhões por mês neste ano e os gastos ficam em torno de R$ 6 milhões. “Estamos adotando medidas de correções em todos os sentidos para pagar as dívidas”, afirmou o secretário municipal de Administração e Finanças, Ronievon Miranda.
 
A economia com a contenção de gastos dos pagamentos ficou em torno de R$ 365 mil.
 
A diminuição dos salários deve ajudar a dar continuidade em obras que já estavam orçadas, como a construção de um reservatório de água e a reforma do hospital municipal, que realiza cerca de três mil atendimentos por mês.
 
“Todos esses ajustes são para terminar essas obras e para a gente se manter nos limites de gastos constitucionais”, contou o prefeito.
 
G1 MT

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Casal é preso com 120 kg de maconha enterrados em quintal em Deciolândia

Um casal foi preso nesta quarta-feira (18) no Distrito e Deciolândia, no município de Diamantino, a 209 km de Cuiabá, com 120 quilos de maconha. O entorpecente, segundo a Polícia Civil, estava enterrado no quintal de uma residência. Marli Tereza e Miguel Abelha, que não tiveram as idades divulgadas, devem responder por tráfico e associação ao tráfico. O G1 não conseguiu localizar a defesa do casal.
 
Os dois eram investigados há cerca de 20 dias. A investigação teve início depois de uma denúncia anônima. O casal era dono de uma oficina mecânica de fachada, usada para a comercialização da maconha.
 
A droga estava dentro de um saco e enterrada no quintal de uma casa. Os policiais utilizaram enxadas para cavar um buraco e retirar a droga. A suspeita é de que a maconha seria vendida em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá.
 
Além da maconha, a polícia apreendeu um cofre lacrado na casa do casal. O objeto ainda deve ser aberto com o auxílio de um chaveiro.
 
Durante a abordagem, um homem entrou na residência para comprar o entorpecente e foi preso. Ele portava uma arma e foi detido em flagrante.
 
G1 MT

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

“Se foi errado no passado, não vai acontecer de novo”, diz secretário sobre investimentos em Campo Novo do Parecis

Em novembro de 2009, Campo Novo do Parecis recebeu a notícia de que um frigorífico de aves se instalaria no município, gerando receitas e empregos. Nos meses seguintes à notícia, várias reuniões e negociações foram realizadas e para viabilizar a instalação da indústria no município, a prefeitura comprou e doou 100 hectares de área ao futuro investidor, em um negócio em torno de R$ 1 milhão de reais em contrapartida da prefeitura.
 
Em março de 2010, foi lançado do Polo de Carnes, que inicialmente iria abater aves através da BR Frangos e que futuramente envolveria também o abate de bovinos e suínos.
 
Houve até uma placa com dizeres: "Fluturas Instalações. Frango Natura. Capacidade de abate: 210 mil aves/dia. Geração de empregos diretos: 2.500. Total de investimentos: R$ 90 milhões de reais”.
 
O lançamento contou com a participação de uma comitiva de autoridades estaduais, inclusive do então governador do Estado Silval Barbosa, que assinou um protocolo para a concessão de benefícios fiscais à empresa Frango Natura, nos termos do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial – Prodeic. Tudo em vão!
 
Passados 7 anos, a prefeitura luta na justiça para reaver os 100 hectares cedidos para o empresário que iria investir no frigorífico.
 
“Precisamos resolver essa situação o quanto antes, temos conversas com grandes empresas para se instalar aqui na cidade e precisamos dessa aérea de terra e tão logo isso se resolva poderemos ter investimentos” afirmou Sebastião Carlos Pim, Secretário de Desenvolvimento Econômico, em entrevista a Rádio Puser FM a poucos dias.

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Sistema de vídeomonitoramento está praticamente inutilizável em Campo Novo do Parecis

Com investimentos na casa dos R$ 500 mil reais, o sistema de câmeras de monitoramento praticamente está inoperante em Campo Novo do Parecis.
 
O sistema foi implantado no município no ano de 2013, na sede do Comando de Polícia Militar de Campo Novo do Parecis, com 13 câmeras em pleno funcionamento. Cada equipamento tem alcance de 2.500 metros de raio, o que possibilita uma visão ampla de ruas e avenidas, 24 horas por dia, sete dias da semana. 
 
Mas desde sua inauguração, o sistema veio sofrendo com depredações e falta de manutenção, a tal ponto que atualmente os equipamentos estão quase em sua totalidade inutilizáveis.
 
As câmeras ficam instaladas em vários pontos estratégicos do município para prevenir e solucionar delitos e até alguns crimes.
 
O assunto da falta de manutenção e as condições precárias dos equipamentos volta a ser debatido em conversas do poder executivo e legislativo. Um dos responsáveis pelas conversas da necessidade de recuperação do sistema é o vereador Dionardo Mendes.
 
É uma sequência de discussão que vem sendo feito há vários meses. Com a implantação do sistema teve sim um resultado positivo. Infelizmente nós temos uma carência muito grande de manutenção hoje em dia e eu estou aqui cobrando para que o governo municipal faça um pequeno investimento nessa área”, cobrou o vereador.
 
Recentemente o governo municipal recebeu empresários do ramo de tecnologia que estariam dispostos a executar o serviço de recuperação e manutenção do sistema, o vereador Dionardo ainda espera que até o final deste ano as câmeras voltem a entrar em funcionamento.

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Mato grosso atinge novo recorde na exportação de carne bovina

Depois de se tornar o maior exportador de carne bovina do país em agosto, Mato Grosso continua se superando, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior. O Estado, no mês de setembro embarcou 27,76 mil toneladas, maior volume da série histórica.
 
Segundo o Imea entre os seis maiores exportadores estaduais brasileiros, Mato Grosso foi o único que registrou elevação no comparativo mensal das exportações de proteína bovina in natura.
 
Tal fato pode ser um demonstrativo da solidificação da carne bovina mato-grossense no mercado externo, fazendo com que a exportação se torne uma alternativa cada vez mais importante para o escoamento da grande produção mato-grossense, avaliam os analistas do Imea. 

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Mato grosso deve exportar mais de 17 milhões de toneladas de soja

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou, a 3ª estimativa de oferta e demanda da soja em grão para o Estado. Segundo o relatório, a expectativa de uma grande competitividade da soja mato-grossense no próximo ano ainda se mantem e são projetadas quantidades elevadas de exportação, de 17,6 milhões de toneladas no próximo ano.
 
Conforme o instituto, para a próxima safra, a expectativa de oferta sofreu leve redução visto a alteração na expectativa de estoques finais da safra 16/17.
 
De acordo com o Imea, em virtude da perspectiva de demanda firme, pautada na expectativa de grandes volumes exportados, são esperados estoques ao fim de 2018 na ordem de 200 mil toneladas. 

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Jornalista é preso em flagrante após receber R$ 7 mil de prefeito de MT

Um jornalista e dono de um site de notícias em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, foi preso em flagrante nesta terça-feira (17) após cobrar e receber R$ 7 mil do prefeito interino daquele município, Leonardo Bortolin (PMDB), a fim de não publicar matérias difamatórias contra ele.
 
João Paulo Reis de Rezende, de 38 anos, foi detido pela Polícia Civil dentro do carro do prefeito, no momento em que fazia a contagem do dinheiro recebido. O G1 não conseguiu contato com a defesa do jornalista e com o prefeito Leonardo Bortolin.
 
Segundo a polícia, durante o interrogatório, o jornalista teria, inicialmente, permanecido em silêncio. Depois, disse que recebeu o dinheiro por trabalho de campanha, uma vez que Bortolin é candidato nas eleições suplementares que irão ocorrer naquele município no dia 19 de novembro.
 
O Ministério Público Estadual (MPE) foi quem procurou a polícia, após ser acionado pelo prefeito que relatou estar sendo vítima de extorsão. Ele disse que João Paulo ameaçava publicar uma matéria difamando-o caso não o valor cobrado pelo jornalista.
 
Conforme a polícia, Bortolin já havia pago R$ 3 mil à João Paulo - situação que foi filmada pelo prefeito - e, hoje, passou mais R$ 7 mil ao jornalista. A ação foi flagrada por investigadores vestidos à paisana.
 
Segundo a polícia, os investigadores assistiram o momento em que o proprietário do site desceu de uma caminhonete e entrou no carro do prefeito. De acordo com a delegada Anamaria Machado Costa, que investiga o caso, o prefeito estava sendo chantageado pelo repórter por ser candidato nas novas eleições.
 
Bortolin assumiu a administração daquele município após o prefeito eleito, Getúlio Viana (PSB), ser cassado pela Justiça e é candidato nas eleições que devem ocorrer no dia 19 de novembro.
 
João Paulo foi encaminhado para a audiência de custódia, uma vez que extorsão trata-se de crime inafiançável. Na audiência, o juiz converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva do jornalista, que deve ser levado para a Cadeia Pública de Primavera do Leste.
 
G1 MT

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Seduc divulga calendário escolar 2018 para a rede estadual

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) publicou o calendário escolar para ao ano letivo de 2018 na rede estadual de ensino. O início das aulas ocorrerá em 15 de fevereiro e o término em 21 de dezembro.
 
A Portaria Nº 362/2017/GS/SEDUC/MT, publicada no Diário Oficial do dia 12 de outubro, determinou o mínimo de 200 (duzentos) dias letivos e respeito à carga horária estabelecida nas matrizes curriculares.
 
O documento estabelece ainda que no término do 1º semestre letivo ocorrerá o período de recesso escolar, pelo prazo de 15 dias, de 14 de julho a 29 de julho de 2018, destinado aos alunos e professores que estejam em regência de turma (sala de aula), articulação da aprendizagem, sala de recursos multifuncionais, intérprete de libras, instrutor surdo, auxiliar de turmas e motoristas lotados nas escolas estaduais.
 
Ao término do ano letivo ocorrerá o período de férias escolares com início em 26 de dezembro de 2018 e término em 24 de janeiro de 2019, pelo prazo de 30 dias. As férias dos demais servidores lotados nas unidades escolares e não contempladas na portaria serão tratadas em portaria específica.
 

Modelo de calendário

A secretária-adjunta de Gestão Educacional e Inovação, Marioneide Kliemaschewsk, explica que a Seduc encaminhará para as unidades escolares o modelo de calendário 2018, com datas estabelecidas para adequações às suas especificidades.
 
“A direção da escola deverá preencher esse modelo, aprová-lo em Assembleia Geral e encaminhar assinado pelo diretor, presidente do Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE) e assessor pedagógico para a Seduc, entre os dias 16 e 23 de outubro de 2017, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.”.
 
A gestora lembra ainda que, neste mesmo período, para atender o cadastro no Sigeduca/GPE/Calendário, as unidades escolares deverão inserir, atualizar, ajustar ou confirmar as informações. 
 
O diretor deverá observar as datas estabelecidas na portaria e inserir os dados aprovados conforme. Caberá ao assessor pedagógico validar os dados inseridos pela Unidade Escolar e o calendário aprovado pela Assessoria Pedagógica não poderá ter mais alterações.
 
“As Assessorias Pedagógicas deverão articular com as Secretarias Municipais de Educação a possibilidade de compatibilização do calendário das unidades escolares quanto à data de início e término do horário de atendimento e do ano letivo, bem como regulamentar as férias previstas, objetivando o atendimento da demanda de alunos que utilizam o transporte escolar e outras atividades, observando a data máxima de inserção do calendário”, disse Marioneide.
 

Diversidade

Para atender à organização escolar própria da Educação do Campo, Educação Quilombola e Educação Indígena, o calendário escolar poderá ser adequado à realidade de cada região, obedecendo às exigências previstas na legislação de ensino quanto ao mínimo de dias letivos e carga horária anual.
 
Caberá a Equipe Gestora da escola encaminhar o calendário escolar à Assessoria Pedagógica, que se responsabilizará pela inserção no Sigeduca e Núcleo de Apoio Jurídico (NAJ/CNOE), para análise, acompanhamento e validação.
 

Servidores

A portaria determina que, a partir do dia 25 de janeiro de 2018, as escolas realizem as atividades relativas à atribuição de classes e/ou aulas e regime/jornada de trabalho e organização da Semana Pedagógica/2018.
 
O cronograma prevê a data de 25 de janeiro para retorno das férias escolares (efetivos) (2017/2018) e início do processo de atribuição/2018 (para os servidores efetivos - na escola). De 29 a 30 de janeiro atribuição aos servidores efetivos na Assessoria Pedagógica); 01 de fevereiro a atribuição a adicionais (na escola); de 02 a 05 de fevereiro a atribuição a contrato temporário; e de 05 a 09 de fevereiro a realização das atividades da Semana Pedagógica.
 
Para atender ao calendário letivo/2018, os professores deverão inserir até o prazo máximo de 22 de dezembro de 2017, os dados da vida acadêmica dos alunos no Diário de Classe/2017, versão eletrônica, possibilitando a Secretaria Escolar realizar o fechamento do respectivo ano letivo, até 29 de dezembro, no Sigeduca/GED para que o processo de atribuição de aulas não seja comprometido.
 
Confirma a portaria Aqui.
 
Viviane Saggin | Seduc-MT 

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Seduc implantará Núcleo de Qualidade de Vida em Tangará

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) convida os servidores da rede pública para a cerimônia de implantação do Núcleo de Qualidade de Vida, que acontece na próxima quinta-feira (19.10), no auditório da UNIC, em Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte de Cuiabá).
 
A atividade faz parte da programação da 10º Caravana da Transformação do Governo do Estado, que ocorre no munícipio entre os dias 17 e 21.
 
O secretário adjunto de Políticas de Gestão de Pessoas da Educação da Seduc, Édiulen Jesus de Arruda Leite, conta que esse será o quarto núcleo instaurado no interior de Mato Grosso. O primeiro foi em Barra do Garças, seguido por Juara e Juína.
 
“O Núcleo de Qualidade de Vida foi reformulado dentro do Programa Pró-Escolas. Vamos apresentar aos servidores de Tangará da Serra um pacote completo de ganhos, voltados aos cuidados com a saúde e até facilidades no comércio, que são contempladas pelos Amigos da Educação”, apontou.
 
Na oportunidade, os profissionais também vão poder retirar as carteiras funcionais, bem como realizar a inscrição em atividades físicas ofertadas pelo núcleo, que serão informadas no dia do evento.
 
O evento contará ainda com atividades esportivas como tênis de mesa, pebolim, estilingue, arco e flecha, xadrez gigante, mini atletismo, goalball e tocha olímpica.
 
O secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, lembrou da importância de cuidar dos profissionais da educação. “Esse é um dos objetivos do núcleo, cuidar de quem faz a diferença dentro e fora das salas, cuidando dos estudantes”.
 
Para Marrafon, as ações do Núcleo de Qualidade de Vida, bem como outras ações do Pró-Escolas, buscam reaproximar a rede e melhorar a educação em Mato Grosso. “Qualidade de vida e política de reconhecimento dos profissionais são um complemento para que haja um bom ambiente de aprendizado”.
 
10º Caravana da Transformação
 
A Seduc prepara sua participação na 10º edição da Caravana da Transformação, que acontece de 18 a 21 de outubro, em Tangará da Serra.
 
O espaço da Educação poderá ser visitado quinta (19) e sexta-feira (20), das 8h às 17h. No sábado (21), as atividades ocorrem até o meio-dia.
 
Os visitantes podem garantir atendimentos voltados para a Educação de Jovens e Adultos, além do Exame Online, prestação de consta das escolas, participar da amostra de experimentos de física e química e, para os estudantes do 3º Ano do Ensino Médio, o Aulão do Enem. 
 
Yuri Ramires | Seduc-MT 

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...
Subscribe to this RSS feed
Banner 640X100 WhatsApp

Comentários Facebook API

Usando sua conta do Facebook para comentar você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas pelo Portal de Notícias Parecis.Net.

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk