The Best bookmaker bet365

Menu

Plantio de soja está atrasado devido à falta de chuvas em MT

O plantio de soja está atrasado em Mato Grosso em relação ao mesmo período do ano passado. Cerca de 26% da área prevista foi semeada e, no mesmo período do ano passado, era percentual era de 42%, segundo o levantamento realizado pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea). O principal motivo é a falta de umidade no estado.
 
Durante o plantio da soja na safra anterior, mais de 42% das lavouras estavam semeadas nesse mesmo período, de acordo com o Imea. O plantio de soja em uma fazenda que fica na Serra da Petrovina, em Pedra Preta, a 243 km de Cuiabá, está sendo realizado na terra seca para não comprometer o cronograma da fazenda, segundo o gerente Rômulo Pereira.
 
Ele conta que as sementes da soja estão sendo semeadas junto com a palha de milho, pois, segundo Rômulo, durante as próximas chuvas, ela deve reter a água no solo por mais tempo.
"Dependendo da quantidade de chuva que cair, essa palha consegue segurar a umidade na terra por mais tempo", afirmou.
 
As sementes foram plantadas ainda com o solo seco, para que após a colheita da soja possa ser feito o plantio do algodão. O algodão safrinha deve ser plantado no mês de janeiro.
 
De acordo com o produtor rural, Rodrigo Bervian, que tem uma fazenda de produção de soja e milho, próximo a BR-364, a opção durante o período seco, é adiantar a plantação da soja para que futuramente ela consiga reter mais umidade.
 
Ele conta que a intenção é adiantar também a plantação de milho. "Quanto mais a gente antecipar a soja e o milho, eles vão ter uma quantidade maior de umidade até a colheita", afirmou.
Rodrigo conta que a previsão de plantio para os 1.500 hectares da fazenda é até o mês de novembro. A expectativa é que a safra seja de 60 sacas de soja por hectare.
 
G1 MT

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Gasolina volta a subir e se aproxima de recorde no ano, diz ANP

O preço médio da gasolina voltou a subir e chegou a 3,886 reais por litro na última semana, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A alta acontece após o combustível ter registrado queda na semana anterior, interrompendo uma sequência de oito semanas seguidas de aumento em que atingiu o recorde no ano (3,887 reais).
 
Os dados da ANP levam em conta o valor cobrado dos consumidores em 3.160 postos pelo país, entre os dias 16 e 20 de outubro.
 
O preço médio do etanol também teve alta no período, indo de 2,661 reais para 2.664 reais por litro. Foi a segunda semana de alta consecutiva, segundo os dados da ANP. A pesquisa para o etanol leva em conta os valores cobrados em 2.854 postos. O diesel também subiu, de 3,337 reais para 3,360 reais por litro.
 
A alta nos combustíveis é o principal fator que puxou o aumento de preços na prévia da inflação para outubro. O IPCA 15 teve alta de 0,34%  – ante 0,11% em setembro -, segundo divulgou o IBGE na última semana.
 
Veja

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Cadela e 5 filhotes são abandonados em lavoura e causam revolta em Campo Novo do Parecis

Membros da Ong Peludos & Cia, resgataram uma cadela e 4 filhotes que foram abandonados em uma lavoura nas proximidades de Campo Novo do Parecis. No resgate, o 5º filhote se perdeu no meio de uma lavoura de cana.
 
A atitude deixou as protetoras da Ong indignadas com o caso. Elas lembraram que há Lei que protegem os animais de maus tratos e que a mesma não é aplicada devidamente.
 
Caso você presencie maus-tratos a animais de quaisquer espécies, sejam domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos – como abandono, envenenamento, presos constantemente em correntes ou cordas muito curtas, mutilação, presos em espaço incompatível ao porte do animal ou em local sem iluminação e ventilação, agressão física, etc. –, vá à delegacia de polícia mais próxima para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO). A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988.

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Dois homens e uma mulher morrem em grave acidente em Sorriso

Dois homens e uma mulher morreram em um acidente na madrugada desta segunda-feira (23) na BR-163 em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um carro Uno bateu de frente com uma carreta depois que invadiu a pista. As três pessoas que estavam no veículo Uno morreram no local.
 
O acidente foi registrado por volta de 23h45 [horário de Mato Grosso] de domingo (22), no km 770, perto de uma praça de pedágio na BR-163. Segundo a PRF, o Uno invadiu a pista da carreta e as três pessoas morreram. Equipes médicas foram enviadas ao local e constataram os óbitos.
 
A concessionária que administra a rodovia, Rota do Oeste, disse que a carreta Volvo estava carregada de resíduos de madeira. Por causa do acidente, a pista ficou interditada até as 6h12 desta segunda-feira, conforme informou a Rota do Oeste. A carreta capotou e o Uno ficou destruído. Parte da carga ficou espalhada na rodovia.
 
De acordo com a concessionária, o motorista da carreta ficou preso às ferragens a foi socorrido. Ele foi retirado do veículo por volta da meia-noite. Os policiais rodoviários informaram que ele estava consciente e havia sofrido um ferimento em uma das pernas.
 
Os corpos das três vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Sorriso. Uma investigação deve ser feita pela Polícia Civil para apurar as causas do acidente. Até a manhã desta segunda-feira apenas uma das três vítimas já havia sido identificada.
 
G1 MT

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Abono Salarial; mais de R$ 1 bilhão referente ao ano-base 2015 ainda não foi sacado

Mais de R$ 1 bilhão referente ao Abono Salarial do PIS/Pasep Ano-Base 2015 ainda não foi sacado. O dinheiro pertence a aproximadamente 1,46 milhão de trabalhadores que têm direito ao benefício, mas ainda não foram ao banco para retirá-lo. O prazo final é 28 de dezembro de 2017, e não haverá nova prorrogação.
 
Metade de todo esse recurso está no Sudeste, principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O chefe de divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, lembra que esse recurso é dos trabalhadores, e aconselha as pessoas a verificarem se têm direito ao benefício.
 
“Nós disponibilizamos no site do Ministério do Trabalho a lista com os nomes de todos os trabalhadores com direito ao abono de 2015 e que ainda não sacaram o dinheiro. O trabalhador pode consultar essa lista. Se o nome dele estiver lá, basta dirigir-se ao banco e fazer o saque”, orienta.
 
A consulta pode ser feita clicando em um banner na parte superior do portal do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br) ou diretamente no link http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial. É necessário ter em mãos o número do PIS ou do CPF e informar a data de nascimento. Também é possível descobrir sobre o benefício procurando as agências bancárias. Trabalhadores da iniciativa privada recebem na Caixa. Servidores públicos, no Banco do Brasil.
 
Para ter direito ao benefício é necessário haver trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado. Além disso, o trabalhador tinha de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente no ano-base e pode variar de R$ 79 a R$ 937.

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Classificação de grãos é tema de rodadas técnicas da Aprosoja

Após a primeira rodada técnica voltada aos agricultores mato-grossenses sobre classificação de grãos, a partir da próxima semana inicia-se uma segunda rodada sobre o tema nos núcleos da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja).
 
Em Primavera do Leste, o treinamento será no dia 25 de outubro. A partir de novembro, eles ocorrem em Tangará da Serra, no dia 1º; em Campo Novo do Parecis, no dia 03; em Campos de Júlio, no dia 06; em Tapurah, no dia 08; em Sinop, no dia 13; e em Cláudia, no dia 14. Outros núcleos ainda devem confirmar as datas nas próximas semanas.
 
As rodadas são realizadas por meio do programa Classificador Legal, criado em abril deste ano e que conta com classificadores nas quatro regiões produtoras do estado. Os profissionais são regulamentados e homologados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
"Nosso objetivo com essas rodadas é que as informações relativas ao processo de classificação de grãos sejam massificadas entre os produtores", explica o gerente de Defesa Agrícola da Aprosoja, Thiago Moreira.
 
Os treinamentos, ainda conforme Moreira, são técnicos e cabe ao classificador explicar todos os passos realizados para fazer a classificação. "Os participantes recebem informações sobre as instruções normativas da classificação, padronização de amostragem, quais equipamentos os armazéns devem ter, como padronizar a amostra para avaliar o teor de umidade e quais as características que um grão deve ter para ser considerado o desconto", completa o gerente.
 
Coordenadora da comissão de Defesa Agrícola, Roseli Giachini afirma que a orientação dada aos agricultores é fundamental no processo mercadológico com os armazéns. "É importante que nossos associados saibam exatamente o que consta nas instruções normativas para cobrar sua aplicação na amostragem. Uma classificação correta começa na amostragem e devem ser seguidas todas as regras técnicas constantes nas instruções normativas do Ministério da Agricultura. Dessa forma, os treinamentos nos núcleos estão levando conhecimento técnico e argumentos suficientes para os produtores acompanharem a classificação e sua soja na entrega aos armazéns", define.
 
APROSOJA

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Aluno que atirou contra colegas em Goiás foi motivado por Bullying

O adolescente que abriu fogo contra colegas, na manhã desta sexta-feira (20), matando dois alunos e deixando quatro feridos, em uma escola particular de Goiânia, era vitima de bullying. A informação foi confirmada pelo delegado Luiz Gonzaga Júnior, titular da Delegacia Estadual de Apuração de Atos Infracionais (Depai).
 
De acordo com o delegado, que concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta, uma das vítimas fatais era o principal autor das chacotas que motivaram o adolescente a cometer o crime. “Ele resolveu executar e matar pessoas. Primeiro esse colega, desafeto dele, e em seguida, ficou com vontade de matar mais. Isso no momento da execução. Ele inclusive se prontificou e falou para todo mundo ‘vocês vão todos morrer’”, relatou o delegado.
 
Luiz Gonzaga Júnior contou que o garoto, após fazer os primeiros disparos, começou a escolher as vítimas aleatoriamente. Morreram ainda na sala de aula, os estudantes João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, ambos de 14 anos. Os outros quatro alunos feridos (três meninas e um menino) foram levados para um hospital, onde estão internados.
 
O atirador, segundo a Polícia, teria se inspirado em outros massacres a tiros em colégios e planejou o ataque durante dois meses. A arma usada no crime, uma pistola .40, é da mãe do garoto, Policial Militar, assim como o pai.
 
O delegado ainda comentou que o autor dos disparos tem histórico de ótimo aluno, sem registros de problemas disciplinares.
 
O colégio Goyases, onde aconteceu o crime, fica localizado na rua Planalto, no bairro conjunto Riviera. A instituição oferece ensino infantil e fundamental.
 
Autor dos disparos, o adolescente foi encaminhado para Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais e em seguida para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito. Policiais foram à casa do menino, com autorização dos pais, para coletarem mais provas que ajudem a resolver o caso.
 
Por: Raphael Costa

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Filho do prefeito de Jaciara vai preso por agredir namorada

Marcel Mohammad, filho do prefeito de Jaciara, Abduljabar Mohammad, foi preso por supostamente agredir a namorada na madrugada de sábado (21), durante as festividades em comemoração aos 59 anos do município (144 Km de Cuiabá).
 
De acordo com informações do setor de investigação da Polícia Civil, o rapaz estava com a namorada em um evento promovido pela prefeitura, quando teria se irritado com ela e a “enforcado”. Além disso, ele a teria empurrado em direção a uns caibros de madeira próximos do local onde estavam.
 
A polícia militar fazia ronda na via, no momento da agressão, e prendeu o rapaz em flagrante. Ele foi levado à delegacia, onde prestou depoimento. A namorada também foi ouvida, mas mudou a versão da agressão e retirou a queixa.
 
No entanto, como a prisão foi em flagrante, a polícia representou contra o rapaz e arbitrou uma fiança de R$ 3 mil para que ele fosse solto. O jovem só foi liberado às 11h, após o prefeito pagar a fiança.
 
Gazeta Digital

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Integrantes do grupo Flor Ribeirinha passam bem após grave acidente

Após sofrerem um grave acidente automobilístico, os integrantes do grupo de dança Flor Ribeirinha de São Gonçalo Beira Rio se recuperam bem e agradecem a Deus por ninguém correr risco de vida. Das vitimas do acidente,  duas estão em estado moderado e devem passar por cirurgias. Ainda não há informações sobre quantos permanecem nos hospitais.
 
O acidente ocorreu no início da noite de sábado (21), quando o grupo seguia em dois veículos, um micro-ônibus da prefeitura de Diamantino e uma van terceirizada, para realizar uma apresentação em Diamantino (208 Km de Cuiabá).
 
No entanto, devido à intensa chuva na ocasião, a van que levava aproximadamente 30 pessoas saiu da pista e capotou duas vezes na BR-364, próximo ao município de Nobres (146 Km de Cuiabá).
 
“No momento em que a van deslizou com a forte chuva e capotou na estrada, tivemos a sorte de ter uma ambulância por perto. Fomos muito bem atendidos pelas equipes de Diamantino e Nobres. Ficamos muito nervosos, mas graças a Deus estamos bem. Apesar de tudo, apenas dois dançarinos do grupo vão passar por cirurgia”, disse o diretor administrativo do grupo, Jeferson Guimarães Rosa.
 
Ao todo, 10 vítimas foram atendidas pela concessionária da rodovia, sendo que duas foram trazidas para o Pronto-Socorro de Cuiabá e oito levadas para o Hospital Laura de Vicuña, em Nobres. Além deles, outras pessoas foram socorridas pelas ambulâncias de Nobres e Diamantino.
 
“Alguns de nossos dançarinos e músicos tiveram fraturas e foram encaminhados para os hospitais de Nobres e de Diamantino, outros para o Pronto-Socorro de Cuiabá. Mas estamos bem e nos comunicando, apesar da distância”, reforçou o diretor artístico e coreógrafo do grupo, Avinner Augusto.
 
Após o acidente, o veículo foi removido da pista e a rodovia foi totalmente liberada às 23h18. A fundadora e presidente do Grupo Flor Ribeirinha, Domingas Leonor, bastante emocionada, agradeceu a todos os que ajudaram no momento difícil.
 
“Pelas condições que ficou o veículo após o acidente, Deus fez um milagre. Estamos todos salvos. Ficamos abalados na hora, mas não perdemos a fé em nenhum momento. Alguns se machucaram mais, mas a maioria está bem agora, graças ao meu bom Deus”, salientou Domingas.
 
O grupo Flor Ribeirinha de São Gonçalo Beira Rio venceu a competição internacional de Folclore no 18º Festival Internacional de Arte e Cultura de Buyukçekmece, realizado em agosto deste ano na Turquia. O festival é considerado um dos maiores eventos de folclore do mundo.
 
Gazeta Digital

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Justiça declara ilegal greve de agentes penitenciários de MT

O desembargador João Ferreira Filho, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, concedeu liminar ao Governo do Estado declarando ilegal a greve dos agentes penitenciários. Na decisão proferida neste sábado (21.10), o magistrado acatou ação proposta pela Procuradoria Geral do Estado e determinou também a aplicação de multa diária no valor de R$ 50 mil ao Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso em caso de descumprimento da ordem.
 
A ilegalidade foi observada pelo desembargador João Ferreira Filho em cumprimento ao que prevê a Lei 7783/1989 que define que qualquer movimento grevista, cujos serviços sejam essenciais, deve ser comunicado previamente com 72 horas ao empregador. “Neste caso, com violação à regra da Artigo 4º, Inciso 1º, da Lei 7783/89, realmente não foram observadas, o que situa a paralisação à margem da legalidade”.
 
O magistrado destaca ainda a jurisprudência em decisão do Supremo Tribunal Federal que “servidores públicos ligados à área da segurança pública, ainda que não militares, não estão inseridos no elenco dos servidores alcançados por esse direito (greve)”. Salienta que “sob o prisma da plausibilidade do alegado direito à paralisação, a lei e o posicionamento da Suprema Corte não beneplacitam a ação sindical em questão e, quanto ao perigo, obviamente que este se impõe de modo inverso contra os concidadãos que durante o tempo em que estiverem privados do serviço essencial poderão sofrer ataques a direitos essenciais relacionados ao dever estatal de vigilância e controle eficiente do sistema penitenciário”.
 
O movimento grevista foi aprovado em assembleia da categoria realizada na sexta-feira, em Cuiabá, e começou neste sábado em todas as unidades penitenciárias do estado.
 
A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos reitera que sempre esteve aberta ao diálogo para buscar melhorias à categoria pautada pelo bom senso, diante do crítico cenário econômico vivenciado no país e, consequentemente, em Mato Grosso. Diversas agendas foram realizadas pela Secretaria com o sindicato, inclusive com uma reunião programada para a próxima semana com participação da Casa Civil e Secretaria de Gestão do Governo do Estado. 

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...
Subscribe to this RSS feed
Banner 640X100 WhatsApp

Comentários Facebook API

Usando sua conta do Facebook para comentar você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas pelo Portal de Notícias Parecis.Net.

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk