The Best bookmaker bet365

Menu

Soja responde por 24% de ICMS e Fethab

Estudo realizado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) indica que em 2017 a cadeia produtiva da soja terá contribuído com 24,2% da arrecadação anual total de Mato Grosso. Os dados apontam que o setor vai gerar aos cofres estaduais mais de R$ 3,03 bilhões neste ano.
 
Para chegar a esses números, o Imea partiu da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017, calculando os reflexos diretos, indiretos e induzidos da soja sobre o caixa estadual. Esse valor refere-se ao recolhimento direto e indireto de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).
 
Os números do Imea foram levantados a partir da contribuição de vários elos da cadeia produtiva da soja, como a produção de farelo de soja, óleo de soja, frete em diesel, salários, energia e maquinários usados na atividade produtiva do grão. "São os números mais atualizados do impacto do setor na composição da arrecadação mato-grossense", observa o diretor executivo da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Wellington Andrade.
 
As receitas obtidas com a soja em grão têm maior impacto na arrecadação: correspondem a R$ 1,28 bilhão, ou 42% do total recolhido. Em relação ao montante geral de ICMS a ser recolhido pelo Governo do Estado, a soja responde por 19%, enquanto em relação ao Fethab a participação é de 69,2%.
 

Empregos

Além da arrecadação fiscal, outro setor que tem sido influenciado positivamente pelo agronegócio em Mato Grosso é o de empregos formais. Dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) de maio deste ano apontam que o setor se mantém como o que mais contribui para o saldo positivo de contratações. O saldo dos últimos 12 meses é de 3.532 empregos gerados, contra o saldo negativo de 9.903 baixas acumulado no mesmo período no cenário estadual. "Somente a agropecuária respondeu por 20,2% das contratações geradas em Mato Grosso no mês de maio de 2017", observa o gerente de Política Agrícola da Aprosoja, Frederico Azevedo.
 
Mato Grosso também se destaca em âmbito nacional. Ocupa o terceiro lugar no ranking de estados que mais contratam e é o segundo com maior saldo entre admissões e demissões. "Sinal de que, proporcionalmente, demitimos menos que a média nacional e setorial", avalia Azevedo. 
 
Lucas Ninno
Aprosoja

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

SENAR-MT credencia instrutores para atuarem a partir de 2017

Está aberto o processo de credenciamento de novos instrutores junto ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT) para atuarem a partir de 2017. O interessado deve cadastrar seu currículo no site www.senarmt.org.br.
 
Os prestadores de serviços credenciados junto ao SENAR-MT atuam nos treinamentos da instituição que são ofertados em parceria com os Sindicatos Rurais ou com as prefeituras por todo o Estado, por isso é necessário demostrar conhecimento técnico e experiência na área de formação, competências comportamentais para instrutoria, ter conhecimento em informática básica e internet e ainda disponibilidade para viagens.
 
As inscrições podem ser feitas durante todo o ano pelo site do SENAR-MT. Mas no período entre 24 de junho e 05 de julho serão analisadas as inscrições realizadas a partir de abril deste ano, período em que foi feita a última seleção. 
 
Para participar é preciso ler o edital de credenciamento de instrutores, disponível no link: https://goo.gl/7JUpCy, aceitar as condições postas no documento e preencher as informações solicitadas sobre a atuação profissional do candidato (o currículo). Aqueles que já possuem cadastro podem atualizá-lo.
 
O processo de credenciamento de instrutores junto ao SENAR-MT é feito nas seguintes etapas: seleção e análise de currículos, entrevista com os candidatos, participação na semana de treinamento sobre a metodologia do SENAR-MT. Após esta etapa, é realizada uma banca em que o candidato deverá ministrar um evento com duração de até quatro horas sobre o tema do treinamento para o qual se candidatou.
 
Por fim, o candidato deverá participar de um treinamento com acompanhamento integral de outro instrutor indicado pelo SENAR-MT, em que irá ministrar o conteúdo programático de oito horas, de acordo com a metodologia da instituição. Após a avaliação de todas essas etapas, o profissional receberá o resultado, e se aprovado, poderá atuar junto à instituição.
 
Atualmente, o SENAR-MT conta com cerca de 400 instrutores credenciados. A instituição procura por prestadores de serviços educacionais em diversas áreas, principalmente em saúde e segurança no trabalho, mecanização agrícola e doma e rédea racional de muares e equinos.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...
Subscribe to this RSS feed
Banner 640X100 WhatsApp

Comentários Facebook API

Usando sua conta do Facebook para comentar você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas pelo Portal de Notícias Parecis.Net.

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk